Comunicado de emergência

Comunicado de emergência

Comunicado de emergência

Nesta quarta-feira (12), a CEEE Equatorial informa que 232 clientes se encontram desligados em sua área concessão por questões de segurança após o alagamento das instalações. Em Porto Alegre, há 17 clientes sem energia desligados por motivos de segurança.

A Distribuidora segue comprometida em restabelecer o fornecimento de energia para todos os seus clientes, o mais breve possível. Para isso, a companhia realiza inspeções recorrentes nas áreas afetadas para identificar e atuar no religamento de regiões onde seja possível, sempre preservando a segurança como fator fundamental de decisão.

 

 

PRINCIPAIS DESAFIOS:

Nossas equipes permanecem focadas em restabelecer o fornecimento de energia o mais rapidamente possível nas áreas afetadas pelos alagamentos. No entanto, há desafios iminentes que precisam ser superados. Os principais incluem a dificuldade de acesso a essas áreas, tanto na capital quanto nas cidades do interior, devido a inundações com água atingindo mais de 4 metros de altura. Apesar de todas essas dificuldades, a CEEE Equatorial continua totalmente mobilizada para restabelecer o fornecimento de energia, seguindo rigorosamente as normas de segurança e as orientações dos órgãos competentes.

 

DICAS DE SEGURANÇA:

Quando nos deparamos com situações de alagamento e temporais, é importante redobrar os cuidados em casa e na rua, principalmente quando se trata da combinação de água e energia elétrica, que pode ocasionar graves acidentes. Com o objetivo de preservar a segurança da população afetada pelas enchentes e a pedido do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, agimos rapidamente para desligar o fornecimento da rede elétrica da região afetada, mas ainda assim é preciso tomar algumas medidas de segurança:

  • O primeiro e mais importante de tudo: em caso de pedidos de socorro, chame os Bombeiros (193) ou o SAMU (192). Se houver vítimas em função de acidente com energia elétrica, mantenha a calma, acione o Corpo de Bombeiros ou o SAMU e jamais toque na vítima. Em caso de equipamentos energizados, recomenda-se o desligamento imediato do disjuntor e entre em contato por meio do 0800 721 2333.
  • Aos primeiros sinais de chuvas fortes e raios, a primeira atitude é desconectar os equipamentos eletrônicos da tomada, puxando pelo plugue, nunca pelo fio. Ao perceber o começo de alagamento do imóvel, o ideal é desligar o disjuntor.
  • Na cidade ou na zona rural, fique atento a cercados e varais de metal. É importante ficar atento à sua correta instalação e aterramento, protegendo o entorno contra raios e curtos-circuitos.
  • Jamais se abrigue perto de árvores, piscinas, lagos, postes ou embaixo da fiação elétrica, busque abrigo em um local coberto. Evite locais abertos como praias e campos de futebol.
  • Mesmo que a região esteja sem energia, ou se houver um desligamento preventivo por questões de segurança, nunca suba em postes de energia ou torres para se proteger, já que as estruturas ainda podem estar energizadas.
  • Caminhando, ou mesmo em embarcações, evite circular em locais onde o nível de rios, lagos e lagoas estejam acima do normal. Pode haver buracos na via e o contato acidental com a rede elétrica pode causar graves acidentes.
  • Após o nível da água baixar, é importante procurar um profissional eletricista para fazer uma revisão minuciosa das instalações elétricas do imóvel antes de religar os disjuntores. Em casos de cabos rompidos da rede de energia, é essencial manter a distância e entrar em contato por meio do 0800 721 2333.

 

CANAIS DE ATENDIMENTO:

Os canais de atendimento da Companhia permanecem disponíveis 24 horas para a população:

  • Central de atendimento: 0800 721 2333
  • WhatsApp/Clara: (51) 3382-5500
  • Site/Agência Virtual: ceee.equatorialenergia.com.br